Lollapalooza Day 1 – Imagine Dragons

CONTINUAÇÃO…

IMG_3583Assim que acabou o show do Cage, eu comecei a me preparar para ficar mais pelo menos 1 hora e meia em pé, esperando Imagine Dragons, só vendo MUITA gente se aglomerar atrás de mim… Eu estava bem perto da grade, bem perto mesmo, então tentem imaginar o peso dos outros milhares de pessoas tentando chegar no mínimo, no lugar onde eu estava!

O Sol estava muuuuuuito forte entre esses dois shows, fiz um amigo lá, o que me deu mais segurança, pois estava com medo de acontecer alguma coisa, como cair minha pressão ou algo do tipo, por causa do calor, da ansiedade, de fome, sei lá, fiquei com um pouco de medo… Mas com o tempo fui me sentindo melhor, as pessoas começaram a se posicionar realmente para o show.

De repente, eu comecei a escutar a introdução do show, que começou com a música Fallen, o que me surpreendeu, porque achava que as chances deles tocarem essa música eram baixas, muito menos como música de abertura. Eles entraram com uma energia incrível, fiquei completamente extasiada, não conseguia pensar em mais nada, apenas naquela sensação maravilhosa, de estar pertíssimo de uma banda que eu sonhava conhecer, que me fez chorar desde o momento em que as suposições de shows no Brasil começaram.

A energia não diminuiu em nenhum momento do show, apenas foi aumentando a cada música que tocavam, afinal, era um dos shows mais esperados do sábado, e com certeza, um dos mais lotados. Minha animação só ficava cada vez mais clara, meu amigo novo, percebia que eu queria pular, filmar, cantar e fotografar tudo ao mesmo tempo, então, em alguns momentos, como nas músicas Hear Me e Demons, ele fez o favor de esticar seu braço, que era maior que o meu, e filmar para mim.

(Recomendo muito, para as pessoas que nunca viram, ou não entender o porque a música Demons é tão valorizada, por favor, assistam ao clipe, atenciosos, ligando a letra com o vídeo, vale a pena parar para refletir)

Dentre os inúmeros “solos” nos tambores e caixas que Dan fazia entre as músicas, a banda surpreendeu  o público com um cover de Song 2 da banda Blur e tocando diversas músicas inesperadas, como Fallen, citada no começo, Rocks e eu também ouvi muitas pessoas dizendo que se surpreenderam com a música The River, mas essa eu já desconfiava haIMG_3601hahah.

Eles obviamente terminaram o show com a música mais esperada e mais famosa de todos, Radioactive, mas ela não era esperada apenas pela música, mas também pelos instrumentos que eles tocam nessa música quando fazem versões ao vivo. São tambores, bumbos, gongos (apenas em alguns países), tudo o que vocês imaginarem. Traz uma energia e um poder que condiz com a música, é a combinação perfeita, e com toda certeza o jeito perfeito de finalizar este show que surpreendeu do primeiro minuto até o último.

OBS: Muitas pessoas estranharam porque eu ter ficado chateada por eles nunca tocarem Pantomime, uma das minhas favoritas, muitas pessoas nem conhecem essa música, pois não está no CD deles, e sim no EP It’s Time.

Os vídeos a seguir, eu tirei do youtube, porque nos meus vocês me ouviriam cantar, o que seria BEM constrangedor hahahah

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s